top of page
BANNER WEB - 728x90px - ESTADO SOLIDARIO.png

Defensor do Perse, Raimundo Costa espera que ao menos 30 CNAES retornem ao programa

A readequação dos CNAEs essenciais para a manutenção do PERSE são detalhes para o projeto permanecer vivo.


O Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos (Perse) tem possibilidade de ser apreciado esta semana. O deputado federal baiano, Raimundo Costa (Pode), articula junto com a relatora do projeto, a deputada federal Renata Abreu (SP), a inclusão das 44 atividades econômicas no PERSE.


O setor de eventos, o setor hoteleiro, bares e restaurantes e todo o turismo, principalmente o baiano pode ter uma reviravolta nos próximos dias. Atualmente, o Projeto de Lei 1026/24 restringe o Perse de 44 para 12 CNAES. A favor do PERSE, o deputado Raimundo Costa defende a permanência do programa.


“O governo precisa ter a sensibilidade e entender que o setor hoteleiro, o setor de eventos e bares e restaurantes compõem significativamente para o nosso PIB, na vertente da indústria de serviços”, comentou.


A readequação dos CNAEs (Classificação Nacional das Atividades Econômicas) essenciais para a manutenção do PERSE são detalhes para o projeto permanecer vivo.

“Essa proposta do governo ao parlamento não atinge positivamente esses setores da maneira que eles necessitam. Mais além, não contempla áreas fundamentais como os CNAES de bilheteira e lanchonetes, algo que defendo”, enfatizou Raimundo.


Ajustes são necessários para acomodar detalhes quanto a orçamento, legislação, quais setores permanecerão atendidos pelo PERSE. Raimundo Costa acrescentou a importância de dar continuidade ao programa que auxiliou todo um setor durante um período conturbado da pandemia. “Os impactos devem ser mensurados junto ao governo, mas que não se perca a importância da continuidade do PERSE. Tenho plena convicção que nossa colega de bancada, relatora da proposta, a deputada federal Renata Abreu vai saber construir o melhor texto. Demos a nossa colaboração e esperamos ao menos a reinclusão de mais de 30 CNAES que o governo tinha cortado”, finalizou o parlamentar.




Fonte/foto: Assessoria parlamentar

댓글


Siga!
  • Facebook ícone social
  • YouTube ícone social
  • Instagram ícone social
bottom of page