MAM integra plataforma de voluntariado


O Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-Bahia), em parceria com a Plataforma Bahia.Estado Voluntário, lançou a campanha Programa Monitores Amigos do MAM, com o intuito de captar e capacitar voluntários para estreitar laços com a arte, através da aproximação com o acervo cultural, das ações educativas do museu e das variadas possibilidades de atuação.


A iniciativa potencializa as ações do MAM por meio da participação cidadã das pessoas, auxilia no fortalecimento institucional e também é uma maneira de criar experiências únicas para todos os envolvidos. Com isso, os voluntários se tornam multiplicadores do conhecimento adquirido durante as mentorias e têm a possibilidade de atuarem de diversas maneiras, podendo até conhecer talentos, é o que explica Pola Ribeiro, diretor geral do MAM-Bahia.


“O MAM é um patrimônio cultural da Bahia e do Brasil, estamos muito felizes com os voluntários que estão chegando, o próprio museu aprende muito com o exercício de voluntariado. Aqui nós temos uma experiência enriquecedora para a área em que a pessoa se encaixar melhor, seja na pesquisa, no restauro, na museologia ou na comunicação. Temos ainda um trabalho belíssimo de intermediação social com a comunidade”, enfatizou.


Mundo de oportunidades

Natural do Rio Grande do Sul, soteropolitano e voluntário de coração. Esse é o Alexandre Carneiro, de 35 anos. Ele faz parte do time que recebe os visitantes do MAM-Bahia e explica o motivo de sua atuação. “Acredito que essa é uma oportunidade mágica de participar desse diálogo com as artes, de conhecer as pessoas e ter contato com outras culturas. São ocasiões que nos proporcionam crescimento constante, essa troca me faz bem, é algo valioso”, revelou.


A coordenadora da plataforma Bahia.Estado Voluntário, Kátia Camillo, falou sobre a relevância da parceria entre o MAM e o programa Bahia.Estado Voluntário. “A união faz a força e aqui não poderia ser diferente. A plataforma de voluntariado, juntamente ao MAM, está conectando pessoas interessadas em atuar no museu, disseminando e preservando nossa cultura para todas as gerações, pois o voluntariado também é uma forma de arte, a arte de fazer o bem”, salientou.


Já a ativista Tatiana Badaró, diz que vê no voluntariado uma forma de contribuir para a melhoria da qualidade de vida em sociedade. “Considero o MAM um espaço riquíssimo, um local que precisa de atuação solidária, de preservação e visitação. Colaborar com espaços como esses é um dos mais importantes exercícios de cidadania”.


Ação pioneira

O MAM sempre foi palco para obras exclusivas de artistas brasileiros renomados, e agora também conta a história do pioneirismo no voluntariado, é o que explica a coordenadora do Programa Monitores Amigos do MAM, Flora Benoliel. “Somos o primeiro museu do estado a aderir ao programa de voluntariado e efetivamente implementá-lo. Estamos tendo uma resposta muito positiva dos voluntários e do público que frequenta o MAM. O diferencial do programa é a diversidade em sua pluralidade, aqui temos espaço para voluntários de todas as idades, etnias e gêneros. Caso você se identifique com a proposta e queira se voluntariar, estamos de portas abertas para te receber. Faça parte dessa ação cidadã,” destacou.


Carolina Borges foi ao museu prestigiar uma das exposições e ficou encantada com a temática. A jovem aproveitou a oportunidade para pontuar sua opinião acerca dos voluntários no museu. “Quando eu soube que teria a exposição “Encruzilhada” fiz questão de vir. A capital baiana é a cidade mais negra fora do continente africano e essa mostra traz justamente essa questão africana à tona. A experiência está sendo ainda melhor porque os voluntários interagem conosco e nos dão suporte, é um diferencial”, explicou.


Como ser voluntário

Que tal doar parte do seu tempo para apoiar o trabalho voluntário? Basta fazer um cadastro no site Estado Voluntário, informar a área que quer prestar serviço voluntário e a disponibilidade de horário. Já as entidades (públicas ou privadas) informam o seguimento de atuação e que tipo de trabalho estão necessitando. Quando os dois lados coincidem, o programa faz contato e oferece a oportunidade.


O Bahia.Estado Voluntário foi desenvolvido em ação conjunta entre a Secretaria da Administração (Saeb) e a Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS).





Fonte/foto: Ascom/Saeb

BANNER WEB - 728x90px - ESTADO SOLIDARIO.png
001.jpg
213273523_209526754388278_45482012108582523_n.jpg
67484017_2357855327663661_331651640815779840_n.jpg
Siga!
  • Facebook ícone social
  • YouTube ícone social
  • Instagram ícone social