BANNER WEB - 728x90px - ESTADO SOLIDARIO.png

Ariano Suassuna é o homenageado da III Feira Literária de Canudos, que acontece de 24 a 28 deste mês


De 24 a 28 de agosto, acontece a terceira edição da Feira Literária Internacional de Canudos (Flican) que este ano será realizada de forma presencial e vai homenagear o escritor, dramaturgo, professor paraibano Ariano Suassuna. Na sua programação, a Flican oferecerá palestras, shows musicais e outras manifestações culturais, com foco no repertório histórico e literário dos sertões, tendo como tema Revisitar Canudos, reinventar o Brasil.


Aberta a um público nacional e internacional, a Flican sediará atividades em espaços icônicos da história e da cultura do país, como o Parque Estadual de Canudos, o Memorial Antônio Conselheiro, o Museu João de Régis, o Museu Manoel Travessa, o Mirante do Conselheiro e o Instituto Popular Memorial de Canudos. A feira terá forte participação dos estudantes da rede pública de ensino.


De acordo com o curador da feira, professor Luiz Paulo Neiva, ao longo do evento, serão também abordados temas  relacionados aos marcos comemorativos de 2022: 200 anos da Independência do Brasil; 100 anos da Semana de Arte Moderna; 120 anos da publicação de Os Sertões; 125 anos da Guerra de Canudos; 180 anos do Conselho Estadual de Educação; 60 anos da efervescência das ligas camponesas no Brasil.

Homenagem

Homenageado da terceira edição da Flican, Ariano Suassuna se consagrou como grande expoente da literatura brasileira e se destacou pela  defesa da cultura popular do Nordeste. No seu vigoroso repertório, Suassuna, falecido em 2014, capturou a genuína face de um Brasil merecedor de profundo e ampliado reconhecimento interno e internacional, sendo exemplo a sua famosa peça teatral O Auto da Compadecida e a obra literária Romance d’A Pedra do Reino e o Príncipe do Sangue do Vai-e-Volta.


Seus trabalhos são inspiradas na cultura popular e têm como referências e menções, entre outras personalidades, Euclides da Cunha, autor de Os sertões, e Antônio Conselheiro, líder e fundador de Belo Monte (Canudos). Ocupante da cadeira 32 da Academia Brasileira de Letras de 1990 até o ano de sua morte, em 2014, Ariano Suassuna atuou, ainda, como secretário de cultura do estado de Pernambuco. Em seus últimos anos de vida, dedicou-se ao projeto Arte como Missão, realizando palestras, as chamadas aulas-espetáculo, em que percorria todo o país, sempre fazendo referência à Guerra de Canudos e afirmando que “Quem não conhece Canudos, não conhece o Brasil”.

Programação diversa

A programação da III Flican oferecerá um repertório denso e multidisciplinar de atividades temáticas na forma de conferências. Além das mesas de conversas e shows, o evento contará com concertos lítero-musicais, lançamentos de livros, contação de histórias, oficinas pedagógicas, intervenções artísticas, visitas guiadas, apresentações teatrais, exposições iconográficas, filmes, tendo como pano de fundo a história local e a cultura sertaneja.


“Vale ressaltar o impacto positivo da movimentação cultural na economia local, com a integração de atrações locais, regionais, estaduais e nacionais, envolvendo obras e atividades que dialogam com a cultura regional”, ressalta o curador do evento. As atividades são direcionadas ao público em geral mas com foco especial nos estudantes das redes municipal e estadual de ensino público do Estado, de Canudos e de cidades circunvizinhas.


Antes de tudo, a Flican valorizará as manifestações artístico-culturais desta cidade emblemática, por duas vezes destruída e reconstruída. Desde 2019, a feira ingressou no circuito de eventos abertos que combinam a literatura com outras linguagens artísticas e ajudam a popularizar o acesso à cultura e à difusão do livro e da leitura.


A Flican é organizada e gerida pela Universidade do Estado da Bahia (Uneb), através do Campus Avançado de Canudos e o Programa de Pós-Graduação em Crítica Cultural/Pós-Crítica, Campus II Alagoinhas,  em parceria com a Secretaria de Educação do Estado da Bahia, Fundação Pedro Calmon, Prefeitura Municipal de Canudos, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Secretaria Municipal de Educação. Conta ainda com o apoio das editoras das Universidades Estaduais da Bahia e da UFBA, bem como do Instituto Popular Memorial de Canudos (IPMC).

Programação:


24 de agosto (quarta-feira)


09h às 12h

Recepção e credenciamento


14h às 15h30

MESA 1 – A escrita de mulheres na cena literária baiana Profa. Dra. Léa Costa de Santana Dias (Mediadora) Profa. Dra. Luciany Aparecida

Dra. Áquila Emanuelle Profa. Dra. Mariana Paim


14h às 15h30

MESA 2 – Reflexões sobre materiais didáticos, linguagens e tecnologias

Prof. Me. Agnaldo Pedro Santos Filho (CMS/BA)

Prof. Dr. Alfredo Mattta (Rede Educa/UNEB) Profa. Me. Elane Santos Geraldo (UNEB/CAC) Profa. Me. Leda Regina Couto (UNEB/SEC)


19h às 19h40

CONCERTO: Orquestra Sisaleira


19h40

ABERTURA OFICIAL

20h15*

CONFERÊNCIA INAUGURAL

Sol, luar, revolução: O sertão é só luz e solução Prof. Dr. Francisco Foot Hardman (UNICAMP)


22h

SHOW MUSICAL

• Bião de Canudos

• Marcos Canudos

Local: Concha Acústica


25 de agosto (quinta-feira)


08h30 às 10h

MESA 3 – Sobre Anísio Teixeira, a história da educação na Bahia e os 180 anos do Conselho Estadual de Educação da Bahia

Prof. Dr. Paulo Gabriel Nacif (Presidente do CEE) Profa. Dra. Adriana Marmori (Reitora da UNEB) Prof. Dr. Luiz Paulo Neiva (Mediador)


08h30 às 10h

MESA 4 – Canudos e Antônio Conselheiro na poesia local

Profa. e poeta Ilza Carla Reis (Euclides da Cunha)

Poeta Carlos Silva (Cipó)

Poeta Sertão Sol (Quijingue)

Poeta, Cantora, atriz Mel do Cumbe (Euclides da Cunha)

Poeta José Américo (Canudos)

Poeta Maviael Melo(Uauá)


14h às 15h30

MESA 5 – Letramento racial e novas fronteiras na luta antirracista na educação e nas artes

Profa. Dra. Alyxandra Nunes Gomes (Mediadora)

Profa. Dra. Marieli de Jesus Pereira Prof. Dr. Wilson Roberto Mattos


14h às 15h30

MESA 6 – Vozes insurgentes de mulheres: a escrita literária contra a barbárie colonial

Profa. Marluce Freitas de Santana (Pós-Crítica / UNEB - Mediadora)

Profa. Jailma Moreira (Pós-Crítica / UNEB)

Profa. Cristian Sales (UNEB)

Profa. Léa Costa Santana Dias (UNEB)


15h30 às 17h30

MESA 7– Canudos: arquivos da memória

Profa. Maria Raimunda Oliveira (PPGEL - Mediadora) Prof. Manoel Antônio dos Santos Neto (CEEC) Prof. RobertoDantas (UNEB)

Profa. Adriana Fontes (UNEB/PPGEL)

João Batista Lima (Pós-Crítica/IPMC)


19h30 às 21h

CONFERÊNCIA 2

“50 anos de leituras de Os Sertões”

Berthold Zilly (Tradutor de Os Sertões para o alemão)


22h

SHOW MUSICAL

• Roze

• Gereba

Local: Concha Acústca


08h30 às 9h30


26 de agosto  (sexta-feira)


CONFERÊNCIA 3

Pacifismo e Militarismo em Euclides da Cunha: o Caso Canudos Prof. Dr. Leopoldo Bernucci (Universidade da Califórnia-Davis - UC-Davis)


9h30 às 11h

MESA 8 – A memória de Canudos em diferentes linguagens e espaços

Fábio Paes (Cantor e Compositor)

Antônio Olavo (Cineasta)

Prof. Dr. Sérgio Guerra (UNEB)

Profa Dra.Edil Costa (Pós-Crítica/UNEB)

Profa Maria Neuma Paes (Pós-Crítica/UNEB)


9h30 às 11h

MESA 9 – De Canudos a Quixeramobim, identidade cultural

Prof. Pedro Igor (Quixeramobim, CE)

Prof. Roberto Gama (Secretaria da Educação – Canudos) Profa. Josileide Varjão (Colégio Luís Cabral – Canudos) Alex Oliveira “Lequinho” (Secretaria de Cultura – Canudos)


11h às12h

CONFERÊNCIA 4

A Semana de Arte Moderna de 1922 Walnice Galvão (USP)


14h30 às 16h

MESA 10 – Ligas Camponesas no Brasil: histórias e articulações atuais da questão fundiária

Profa. Dra. Cely Taffarel (UFBA) Prof. Paulo Torres (UEFS / IPMC) Antonio Marcos Silva (MST)


14h30 às 16h

*MESA 11 – (Des) Leituras bíblicas: desde Belo Monte à

contemporaneidade*

Prof. Vanderly Vitoriano (UNEB/UFPE)

Prof. Carlos Tursi (CEBS)

Prof. Joceval Bittencourt (Filósofo)

Pe. Jeferson Pereira (Pároco de Canudos)


18h

Ato estético-político cultural: Caminhando e Cantando: Visitantes e população em geral, irradiando e fazendo incorporar o tema do evento, no percurso da Avenida Juscelino Kubitschek


18h às 19h

Exibição da peça Paixão e Morte no Sertão de Canudos Diretor Ivan Santtana


19h30 às 20h30

HOMENAGEM A ARIANO SUASSUNA

Dantas Suassuna Rosemberg Cariri


22h

SHOW MUSICAL

• Fábio Paes

• Wilson Aragão


27 de agosto (sábado)


Local: Concha Acústica

20a CAVALGADA DE CANUDOS

Organização: Genário Rabelo de Alcântara Neto Horário: Manhã, tarde e noite.


10h

Homenagem da FLICAN aos vaqueiros: reflexão e problematização da vida dos vaqueiros dos sertões brasileiros.

Local: Concha Acústica


19h

MESA 12 - Canudos Internacional: Uma história estético-política insurgente

Evandro Teixeira (Brasil)                           Jordi Canal (França) Sebastien Rozeaux (França)                      Osmar Moreira (Brasil) Juan Ignacio Azpeitia (Argentina)           Leopoldo Bernucci (USA) Juan Recchia Paez (Uruguai)

Leopoldo Bernucci (USA)

Local: Alto da Favela – Parque Estadual de Canudos Modo de Apresentação - híbrido


28 de agosto (domingo)


8h30 às 11h

SOLENIDADE DE ENCERRAMENTO

• Inauguração do monumento em homenagem a Antônio Conselheiro

• Apresentações artístico-culturais Local – Parque Estadual de Canudos






Ascom

Fotos: Divulgação

Siga!
  • Facebook ícone social
  • YouTube ícone social
  • Instagram ícone social