Expectativa sobre Lei Aldir Blanc é destaque na Sessão Plenária do CEC

July 8, 2020

 Sociedade Civil participou da plenária com perguntas respondidas pelos especialistas

 

A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) e o Conselho Estadual de Culturada Bahia realizaram sessão plenária virtual e diálogos em torno da Lei Aldir Blanc. Diversos fazedores de cultura em todo estado puderam acompanhar a transmissão ocorrida nesta terça-feira, dia 7 de julho, das 14h às 18h, através das redes sociais e pelo YouTube.

 

A sessão foi aberta pela Secretária de Cultura Arany Santana presidente de honra do CEC. Em sua fala, a Secretária destacou a Cultura como uma das formas impulsionadoras da geração de emprego e renda, consumo, e que contribui muito para a economia. Ressaltou o cenário de isolamento vivido pelos fazedores de cultura, pontuando que a sanção da Lei Aldir Blanc representa uma resposta concreta para o campo da cultura que vive a situação de emergência. “A Bahia através da Secult tem maximizado seus esforços para fazer o seu papel no estado e para contribuir com as políticas de cultura nos municípios baianos e no país’’, afirmou Arany Santana.

 

A plenária contou também com a presença de Úrsula Vidal – Secretária de Cultura do Pará e Presidente do Fórum Nacional de Secretários e Dirigentes de Cultura, que apresentou um breve panorama das articulações e sugestões concentradas pelo fórum em contribuição a Lei Aldir Blanc. Em continuidade a pauta do dia a presidente Pan Batista convidou Márcio Caires, ex-presidente do CEC, do Conecta e atualmente representa a Bahia na Articulação Nacional da Lei Aldir Blanc. Caires destacou a importância do papel do Conselho Estadual de Cultura, a importância das ações e o trabalho do CEC em conjunto aos conselhos municipais de cultura.

 

Outro convidado da sessão foi o especialista Carlos Paiva, pesquisador do OBEC - Observatório Estadual de Economia Criativa, que apresentou um breve panorama sobre a “Percepção dos Impactos da Covid-19 nos Setores Culturais e Criativos do Brasil”.

 

A Presidente do CEC Pan Batista convocou uma rodada de perguntas formuladas pelos conselheiros como forma de escuta vinda da representação dos seus territórios e segmentos. Na ocasião, foram feitos questionamentos e diálogos das especificidades da Lei Aldir Blanc e sua aplicabilidade nos municípios, bem como o papel do Conselho Estadual de Cultura, os diálogos foram respondidos pela Diretora da Fundação Cultural – Renata Dias, pelo Superintendente de Desenvolvimento Territorial da Cultura e Conselheiro de Cultura Orley Silva e pela chefa de Gabinete da Secult Cristiane Taquari. Os representantes da SecultBA também responderam questionamentos dos expectadores da transmissão, que participaram através do chat.

 

No encerramento da Plenária, Arany Santana pontuou a importância da continuidade dos diálogos culturais da Lei Aldir Blanc por meio da Secult através do CEC. A presidente Pan Batista anunciou que uma nova sessão plenária será marcada ainda neste mês.

 

Fonte: Ascom Secult BA

Tags:

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2016 - Criado pela Agência Andrade Comunicação e Marketing 

Contate-nos: 75 9 91211904 | 75 9 98317900 | vanessa.cultura.bsul@gmail.com