top of page
BANNER WEB - 728x90px - ESTADO SOLIDARIO.png

VALENÇA: Theatro da Independência se apresenta 12/04, na comunidade quilombola Orobó

Estudantes, pais, professores e moradores da comunidade quilombola do Orobó, Zona Rural de Valença, poderão assistir gratuitamente no dia 12 de abril, a partir das 19:30, na Escola Estadual Onildo Raimundo de Cristo, ao espetáculo “O Theatro da Independência – se as personagens falassem”. Após o espetáculo acontecerá também um bate papo entre os presentes com o elenco e a direção, objetivando trocar impressões e conhecer um pouco mais sobre personagens e história.


A ação marca a abertura da temporada que realizará sete apresentações em seis das quatorze cidades do Baixo Sul da Bahia. O espetáculo foi contemplado nos editais Paulo Gustavo Bahia, com o apoio financeiro do Governo do Estado, através da Secretaria de Cultura. A Lei Paulo Gustavo foi direcionada pelo Ministério da Cultura, Governo Federal. Paulo Gustavo Bahia (PGBA) foi criada para a efetivação das ações emergenciais de apoio ao setor cultural baiano, visando cumprir a Lei Complementar nº 195, de 8 de julho de 2022.


Para o diretor e um dos autores do espetáculo, professor Francisco Nascimento, “o Theatro da Independência traz à tona uma história que não foi contada de forma real. Utilizando a linguagem do teatro. Nossa montagem reforça o direito e o poder que a cultura tem de trazer e levar ao povo essa troca de informações concretas, e tirar do anonimato heróis e heroínas da resistência na Independência do Brasil. Chegar às escolas e comunidades quilombolas é chegar onde o teatro deve estar, fazendo as suas frentes dialógicas. Ser contemplado na Lei Paulo Gustavo Bahia, representa para grupos do interior da Bahia como o nosso, essa possibilidade de ir mais longe levando a arte”.


Já para o diretor da escola, professor Diego Menezes dos Santos, “a apresentação do espetáculo vem para contribuir de forma significativa, enriquecendo a comunidade com essa tão importante ferramenta de propagação da cultura que é o teatro e, oportuniza ainda, o fortalecimento do vínculo imprescindível entre escola e comunidade”.


Orobó – Termo possivelmente de origem tupi, é uma das regiões mais extensas de Zona Rural de Valença, cortada por diversos rios como o Rio do Meio, Rio do Engenho, Rio Pitanga, Rio de Areia, Rio Teiu e Rio Vermelho.


Entre a sua população conforme o IBGE tem agricultores familiares, quilombolas e indígenas. O cravo, guaraná, mandioca, urucum, cacau e banana são produções agrícolas expressivas no Orobó.


O adensamento populacional foi ampliado na região após a Coroa defini-la como Área Real de Corte de Madeira. Em 2015, as comunidades do Candimba e Rio Vermelho, pertencentes ao Orobó, foram reconhecidas como quilombolas pela Fundação Palmares.




Assessoria

Comentarios


Siga!
  • Facebook ícone social
  • YouTube ícone social
  • Instagram ícone social
bottom of page