top of page
BANNER WEB - 728x90px - ESTADO SOLIDARIO.png

VALENÇA: Cabana do Manoel da Praia de Guaibim conquista 2° lugar no Concurso da Moqueca Baiana

Final do 1º Concurso da Moqueca em Salvador destaca a riqueza gastronômica da Bahia


O cheiro de azeite de dendê tomou conta da Marina da Penha, no bairro da Ribeira, em Salvador, neste sábado (9). O espaço sediou a final do 1º Concurso da Moqueca, evento realizado em parceria entre o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Turismo do Estado (Setur-BA), e a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes, seção Bahia (Abrasel), para destacar a riqueza gastronômica da Bahia e fortalecer o turismo gastronômico. O chef Danilo Amaral levou o troféu Dendê de Ouro para Santa Cruz de Cabrália. A Moqueca de Peixe do Maroca, do Restaurante Maroca Praia, foi a vencedora do concurso.

Danilo se disse feliz em participar do concurso com a receita, cuja base culinária ele traz da avó, dona Maria D'Ajuda, conhecida como Maroca, apelido que batiza a moqueca de peixe, guarnecida por arroz, pirão, farofa de dendê com panko e banana da terra. “A Bahia só tem a ganhar com esse concurso. Foi muito importante pra mim participar, porque eu defensor da culinária baiana, da cozinha brasileira que, pra mim, é só o início para a gente enaltecer ainda mais a cozinha baiana no mundo”.

Moqueca de Polvo com Camarão Pistola - Chef Aldo Balada, do Restaurante Cabana do Manoel


O segundo e o terceiro lugares ficaram com o Restaurante Cabana do Manoel (da Praia de Guaibim, em Valença - Costa do Dendê), com a Moqueca de Polvo com Camarão Pistola, apresentada pelo Chef Aldo Balada, e a Moqueca de Caju, da Chef Katiana Alves, do Restaurante Sabor da Serra, em Lençóis, na Chapada Diamantina. A competição, contou com uma etapa seletiva intensa, com a participação de 211 restaurantes das 13 zonas turísticas do estado. Desses, 75 foram selecionados para a fase seguinte, passando por uma votação popular online que recebeu mais de 11 mil votos.


O secretário de Turismo do Estado, Maurício Bacelar, destaca a importância do concurso para fomentar o segmento gastronômico e promover a tradicional iguaria baiana. "A gastronomia é um dos itens mais importantes na definição da escolha de um destino pelos viajantes. A Bahia tem uma gastronomia muito rica, liderada pela moqueca. Promovendo este concurso, estamos, indiretamente, fazendo uma promoção do destino Bahia, estimulando que as pessoas venham à Bahia conhecer a rica gastronomia que temos, baseada na cultura africana", afirma o secretário.

A parceria entre a Setur-BA e a Abrasel foi essencial para o sucesso do evento. O presidente-executivo da Abrasel-BA, Luiz Henrique do Amaral, destaca a relevância da competição e a colaboração da Setur na sua realização. "Esse é um projeto muito importante, que a gente esta tendo a capacidade de realizar em conjunto, e graças ao apoio e parceria com a Secretaria de Turismo do Estado da Bahia, que foi fundamental desde o primeiro instante, com o anúncio da moqueca como um dos 20 melhores pratos do mundo; nos reunimos e buscamos realizar o concurso de hoje", ressalta Amaral.


Os irmãos Victor e Sérgio Pessoa, do Restaurante Dois Dois, fundado há 40 anos pela matriarca da família, em Nova Viçosa, concorreram com a moqueca de peixe ao molho de camarão, que traz um ingrediente especial na receita: o biribiri. Emocionado, Victor fala do sentimento de chegar a essa etapa da competição. “Estamos lá no extremo sul da Bahia, a mil quilômetros da capital, mas usamos o que está na nossa veia, que é o dendê, para fazer a nossa moqueca baiana. A gente trabalha nosso prato com muito amor, isso vem de família. O diferencial dessa moqueca a gente aprendeu com nossa mãe, que é um tempero de família”, conta o chef Victor Passos.

Além da competição gastronômica, a final do concurso ofereceu ao público a oportunidade de apreciar receitas de moquecas tradicionais e exóticas, além de desfrutar do show da banda Filhos de Jorge e da vista para a Baía de Todos-os-Santos. O acesso ao evento foi garantido a partir da doação de um quilo de alimento não perecível, que será destinado à campanha Bahia Sem Fome, desenvolvida pelo Governo do Estado.


Os pratos apresentados nesta final representaram oito cidades baianas, além de Salvador, e foram avaliados pelo júri composto pelos profissionais Nara Amaral (Di Janela); Katia Amaral (Ki Mukeka); Jaqueline Bonfim (SENAC); Odilon Castro (UFBA); Luiza Talento (Unifacs); Dina Rachid e Rita Santos (ABAM).

Os ganhadores do concurso da Melhor Moqueca da Bahia levaram pra casa os troféus Dendê de Ouro, Dendê de Prata e Dendê de Bronze, conferidos aos primeiro, segundo e terceiro lugares, respectivamente, confeccionados pelo artista plástico Marcos Vianna.

Confira os ganhadores:

1º Lugar: Costa do Descobrimento

Maroca Praia

Moqueca de Peixe do Maroca

Chef Danilo Amaral

Santa Cruz Cabrália


2º Lugar: Costa do Dendê

Cabana do Manoel

Moqueca de Polvo com Camarão Pistola

Chef Aldo Balada

Valença


3º lugar: Chapada Diamantina

Sabor da Serra

Moqueca de Caju

Chef Katiana Alves

Lençóis

Demais participantes da final:

Baía de Todos os Santos

Point do Campo Grande

Moqueca do Point

Chef Pedro dos Santos

Salvador


Costa das Baleias

Restaurante Dois Dois

Moqueca de Peixe ao molho de Camarão

Chef Sergio Pessoa

Nova Viçosa


Vale do São Francisco

Point dos Amigos

Moqueca de Peixes

Chef Jeovana Barbosa

Sento Sé


Costa dos Coqueiros

Sombra da Mangueira

Moqueca Sombra da Mangueira

Chef Meures Mendes

Mata de São João


Costa do Cacau

Mirantes Marina

Maxixada Terra e Mar

Chef Thiara Novaes

Itacaré


Caminhos do Sertão

Casa de Moa

Moqueca do Moa

Chef Taina Almeida

Feira de Santana




Repórter Laís Nascimento/GOVBA

Fotos: Mateus Pereira/GOVBA; Assessoria Cabana do Manoel

Edição: Vanessa Andrade

Comments


Siga!
  • Facebook ícone social
  • YouTube ícone social
  • Instagram ícone social
bottom of page