top of page
BANNER WEB - 728x90px - ESTADO SOLIDARIO.png

#UP17: Ituberá, celeiro de artistas que brilham nas pistas do Universo Paralello; veja quem são eles


Do Rock ao Pop, passando pelo Forró. Do Dance ao Trance, músicos e DJ's se preparam para maratonar nos 8 dias de festival que começa em 27 de dezembro.


Faltam 20 dias para o início de mais uma edição do maior festival de cultura alternativa da América Latina. A 17ª edição do Universo Paralello está batendo na porta e a gente já percebe a movimentação de artistas, pessoal do staff, o comércio já se movimentando, e claro, a chegada dos visitantes que devem lotar, mais uma vez, a paradisíaca praia de Pratigi, em Ituberá, no Baixo Sul.


Dentre os artistas que vão se apresentar no festival, a turma de Ituberá não poderia ficar de fora, e as atrações locais devem, mais uma vez, abrilhantar e agitar os palcos do #UP17.

PIRILAMPO

Veterana entre as atrações locais, a Banda Pirilampo, que teve o seu início com outro nome: Reggae Xote Pirilampo, já se apresentou em seis edições do festival, sempre encantando turistas do Brasil e do mundo com clássicos do forró com releituras repletas de elementos afro como o berimbal.


O vocalista da trupe, Ylan Michel, disse que tocar no Universo Paralello é um momento de troca de culturas já que há uma mescla de ritmos, povos e identidades bem distintas.


“Tocar Universo Paralello é para nós um motivo de muito conteúdo cultural. É um momento de a gente reunir várias culturas dentro de um de um só espaço. A gente lida com gente estrangeira, turistas brasileiros de todos os lugares do país e culturas e línguas diferentes. Isso traz para a gente muito conhecimento cultural. Para mim, a gente tocar no Universo Paralelo é a gente enriquecer a nossa cultura, é um momento especial”, frisou, Ylan.

OS BIRROKAS

A caçula entre as bandas, Os Birrokas, grupo de pop rock formado por amigos profissionais liberais, se apresentará mais uma vez no festival. A estreia foi na edição #16 com duas apresentações no Circulou e no Palco Paralello. Nesta edição, Os Birrokas tocam no dia 30 de dezembro, no Palco Circulou.


O médico Pablo Sales, guitarrista e líder dos Birrokas, disse que todo artista sonha em passar pelo Universo Paralello e que ele mesmo já esteve no festival como espectador dessa que ele considera uma grande festa. E agora como músico é um momento mágico, de muita emoção, pois, segundo ele, o UP consegue reunir todos os tipos de gente, de gastronomia, de países, de músicas, tudo junto em um só lugar. “O Universo Paralello consegue reunir todos os tipos de gente, todos os tipos de comida, todos os países, todas as músicas, em um só lugar. Isso realmente estando em um lugar tão especial que é a Bahia, que é a Praia de Pratigi, torna ainda esse universo mais legal. Então, nós artistas, que temos o privilégio de fazer parte dessa festa, de ajudar a compor esse cenário, a gente só tem a agradecer aos organizadores e que o público se divirta muito com muita música, muita arte, muita cultura, muito tudo que tem por lá”, disse Pablo.

OZMAR PRATIGI

Mais um veterano, sem dúvidas, é o DJ Ozmar Pratigi, com vasta experiência no UP, o artista vai se apresentar pela 12ª vez no festival. Ozmar iniciou no UP na Pista Alternativa, em seguida na Pista 303, por dois anos, depois veio a Pista Goa e nos últimos seis anos o DJ vem se apresentando na Pista #UpClub, junto a artistas internacionais como Monolink, Dubdogz, Vintage Culture e Alok.


“Tocar no universo é motivante, é uma grande oportunidade para a gente estar mostrando o trabalho da gente de uma forma geral para o mundo. Então, estar no festival é mais que um sonho, é uma recompensa por tudo aquilo que a gente vem batalhando, inclusive estou lançando música nova, "Electric Horizon", ainda este mês por uma gravadora, e vou liberar o link assim que a gravadora começar a soltar a track. Estou muito motivado para esse festival, muito a fim de mostrar o trabalho do Dj Ozmar”, explicou.


Para quem vai curtir no som do Ozmar no UpClub, o artista tá preparando um setlist com tech house, house, brasilian bass, deep house. O DJ também tocará na Pista Pirata onde seu set já muda radicalmente para psytrance. “O festival Universo Paralello é único e a gente fica contando as horas para começar e pedindo que demore muito para terminar. A gente se encontra na pista Up Club e na pista Pirata”, disse Ozmar.

SPACETRIP

O baiano Joabe Silva, DJ há mais de uma década e produtor desde 2015 iniciou sua trajetória no universo do underground. Transitando entre o psytrance e suas vertentes, apresenta como diferencial em suas produções a forte referência do psytrance mundial, destacando os fortes grooves e timbres psicodélicos.


No ano de 2011, o início de sua carreira foi de aventuras na discotecagem criando a paixão pela profissão, sendo destaque na região do Baixo Sul da Bahia, em sua terra natal, Ituberá. Seguindo uma longa trajetória, em 2019 lançou oficialmente o projeto Space Trip, focado no psychedelic trance e fullon groove, tendo sua estreia em grande estilo no maior festival alternativo da América Latina, o Universo Paralello em sua edição especial de 20 anos.


“No #UP17 me apresento pela terceira vez consecutiva no festival. E no ano de 2023 o projeto soma em sua história estreias em grandes eventos na capital e região metropolitana, em destaque o festival Valhalla em Camaçari. E um bônus; no próximo dia 22, tem música nova para dá início ao verão”, comentou Space Trip ao Portal.

DJ MAGN

Com nova identidade e com bastante experiência nas pistas do Universo Paralello, o DJ Magn retorna ao festival com um projeto totalmente renovado e com uma proposta inovadora. O artista passou por uma importante reformulação dos seus sons e agora vem dando destaque para o Deep House europeu com boas doses de bases groovadas.


Desde a edição #UP13, Magn, que antes se apresentava como Magnetus, já passou pelas pistas Tortuga, Alternativa, Pirata e Up Club. Neste ano, Magn, volta à pista Pirata no dia 27, às 21h.

GR-87

Glauber Alan é o nome por trás do projeto GR-87. Iniciou-se com Dj por volta de 2003 em Ituberá, inicialmente com um projeto eletrônico voltado para o Dance e Techno, sob o nome de Dj Glauber. Em 2006 envolveu-se com o Trance estando presente em festivais renomados como Universo Paralello. Em 2018 fechou-se o ciclo Dj Glauber e nasce o projeto GR-87, voltado para a vertente Full On, com sua vibe envolvente que passeia e conta a história do Trance. Glauber é um dos criadores da Pista Pirata, que nasceu dentro do festival Universo Paralello.

DJ RIKKY (BR)

Henrique Santos, conhecido como Rikky BR, é mais um jovem artista ituberaense, a terra do Festival Universo Paralello. Possui uma carreira de pouco mais de uma década. Foi no primeiro contato com a música eletrônica que Rikky sentiu ter descoberto sua verdadeira paixão e decidiu então o caminho que queria trilhar. Começou a produzir suas faixas em 2013. Na pista, destila suas influências em uma viagem entre o Progressive e o Melodic Techno, apresentando um set marcante e atual.


A 17ª Edição do Universo Paralello começa dia 27 de dezembro e vai até o dia 3 de janeiro de 2024. Veja mapa:



Por Marcelo Dutra e Vange Medeiros

Informações e fotos: Assessorias dos artistas


Comments


Siga!
  • Facebook ícone social
  • YouTube ícone social
  • Instagram ícone social
bottom of page