BANNER WEB - 728x90px - ESTADO SOLIDARIO.png

Romaria de Bom Jesus da Lapa será reconhecida como patrimônio imaterial da Bahia


Com 331 anos, manifestação religiosa reúne mais de 2 milhões de turistas por ano e é segundo maior evento popular no estado.


Após dois anos sem comemoração, a 331ª edição da tradicional Romaria do Bom Jesus da Lapa, que já começou, vai até sábado, e deve festejar também o reconhecimento da manifestação cultural como patrimônio imaterial da Bahia. Membros da Câmara de Patrimônio Histórico, Artístico, Arqueológico e Natural da Bahia (CPHAAN) do Conselho Estadual de Cultura (CEC) entram em votação para aprovação nesta quinta-feira (4). Segundo o presidente da CPHAAN, Táta Tavares, a validação é certa. Ele ressalta que é preciso reconhecer a peregrinação de devotos ao santuário como especial, uma vez que é a maior romaria da Bahia, do Nordeste e terceira do Brasil. Assim como se consagra como a maior festa popular no estado depois do Carnaval. Segundo Tavares, o município reúne mais de 2 milhões de turistas por ano, sobretudo entre 28 de julho e 6 de agosto, quando ocorre a programação oficial da romaria. O novenário é sucedido pela festa com missa festiva e procissão no último dia. O processo para reconhecimento da Romaria do Bom Jesus da Lapa como patrimônio imaterial da Bahia começou em 2017 pelo governo estadual. Após cinco anos, o registro especial foi concluído pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC). Agora, está sob relatoria da conselheira Evanice Lopes e responsabilidade da Câmara de Patrimônio da Bahia, cuja função é emitir parecer final e aprovar a consagração. Depois da aprovação, o texto segue para homologação do governador e publicação no Diário Oficial.



Fonte/foto: Correio 24h

Siga!
  • Facebook ícone social
  • YouTube ícone social
  • Instagram ícone social