top of page
BANNER WEB - 728x90px - ESTADO SOLIDARIO.png

Museu Geológico da Bahia reabre com novidade após reforma


Depois de mais de dois anos e meio fechado para reforma, o Museu Geológico da Bahia (MGB), instituição vinculada à Secretaria estadual de Desenvolvimento Econômico (SDE), foi reaberto para visitação. A partir desta quarta-feira (30), o equipamento foi aberto ao público.


A intervenção contou com investimento superior a R$ 600 mil e envolveu a requalificação da estrutura física, como explica o coordenador de mineração do MGB, Leonardo Mascarenhas: “essa reforma foi específica de elementos estruturais. A gente teve troca de uma parte do telhado. Havia locais com muitas infiltrações próximas à nossa reserva técnica. Também foi feita troca de parte da instalação elétrica, que ligava o poste à casa. Então, foi com esse foco que a reforma se ateve a esses elementos estruturais. É uma casa antiga, casa grande, sempre tem muita coisa a ser feita”.

Outro item incluído no pacote foi a nova identidade visual. “A gente buscou, na verdade, modernizar a questão de marca. A marca que foi feita chama mais atenção, é na cor vermelha, em formato de seicho, que rola, ele se transforma. Então, tem todo esse conceito de transformação, de movimento, que é a intenção”, afirma Leonardo.


O acervo do Museu Geológico reúne mais de 20 mil peças e é considerado um dos maiores do estado. No local, o público encontra peças como rochas, minerais, pedras preciosas, fósseis e réplicas gigantes de animais pré-históricos. Todos os itens contam com identificação.


Maria Helena é de Itaberaba e está visitando o MGB pela terceira vez: “eu queria ver o que tinha de novo e rever as pedras também”. O pai, Guilherme Barbosa, se mostra satisfeito com a escolha de passeio feito pela filha: “pra mim, é uma satisfação imensa, principalmente que o interesse parta da minha filha, que, na ocasião que nós a trouxemos, tinha oito anos. Hoje, tem dez, são dois anos que a cultura continua presente na nossa família. Fico muito feliz quando ela me provoca a vir visitar”.

O MGB está localizado no Corredor da Vitória, no Centro de Salvador, e atrai público de todas as idades, grupos escolares, famílias, turistas e admiradores, desenvolvendo projetos de cunho científico, educativo e cultural. No espaço, além de 15 salas temáticas, tem um auditório com capacidade para 125 pessoas e a Saladearte Cinema do Museu.


Quem também visitava o local era Juan Sobral. “Ajuda as crianças a conhecerem mais sobre os minerais, sobre as rochas, sobre a história do nosso planeta. É uma experiência muito boa. E ver o museu novinho assim em folha é muito bom, bem gratificante”, comemorou.

O Museu Geológico da Bahia funciona de terça a sexta-feira, das 13h às 18h, e, aos sábados e domingos, das 13h às 17h. A entrada é gratuita.


Os grupos interessados em agendar visita podem entrar em contato pelo telefone (71) 3336-3498. Importante destacar que os grupos devem ter entre 10 e 40 pessoas.





Repórter: Anderson Oliveira

Fotos: Ascom SDE Ba

Siga!
  • Facebook ícone social
  • YouTube ícone social
  • Instagram ícone social
bottom of page