MAM-Bahia sedia ‘Aulão Pelvika’ gratuito nesta sexta (27/05), às 16h


Qualquer pessoa interessada pode participar do ‘Aulão Pelvika’ que acontece no Pátio Lina do Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM), nesta sexta-feira (27/05), das 16h às 17h30, independente de idade e gênero (crianças só com responsáveis), bastando ter disposição, condições de mexer o corpo e estar com roupas e calçados confortáveis. A atividade é gratuita e integra as pesquisas e práticas aplicadas no Solar do Unhão através do Termo de Cooperação entre a Universidade Federal da Bahia (Ufba) e o MAM/Ipac para troca de conhecimento entre os pesquisadores universitários e o museu.


O ‘Aulão Pelvika’ faz parte do projeto artístico pedagógico transdisciplinar Pelvika, criado por Thiane Nascimento, aluna do Mestrado Profissional de Dança. “O Aulão é um convite ao público do MAM, para mover o corpo, ressignificando a ‘cultura pélvica’, mantendo uma energia pulsante, construindo desenhos no espaço, por meio de movimentos e estratégias”, explicou Thiane. Percorrer o espaço em grupo, duplas, diagonais, filas, duplas, trios e jogos de improvisação completam as estratégias.


O nome do projeto é inspirado em pélvis ou pelve, que é a região do corpo humano formada pelos dois ossos do quadril articulados ao sacro e cóccix. Constitui a parte inferior do tronco, região onde ocorre a fixação do mesmo aos membros inferiores.

Prodan e cooperação – De acordo com a coordenadora do Programa de Pós-Graduação Profissional em Dança (Prodan/Ufba), Beth Rangel, o programa foi criado em 2018 visando atender a demanda de aprimoramento de profissionais inseridos nos mais diversos espaços da sociedade onde eles atuam nos campos artísticos e educacionais.


“Esses profissionais pretendem uma formação stricto sensu e qualificação para ampliar e aprimorar seus conhecimentos associados às suas atuações profissionais na área de Artes”, relata Beth Rangel. Segundo ela, a pesquisa aplicada qualifica também o contexto profissional nos diversos espaços da sociedade. “Com essa parceria de vários pesquisadores da Ufba no MAM, o Prodan amplia ainda mais as suas ações de formação e de práticas profissionais em outros espaços institucionais e da sociedade”, finalizou Beth.


Para o diretor do MAM, Pola Ribeiro, historicamente o museu é um grande centro cultural onde ocorreram desde a sua abertura em 1960 centenas de ações das mais variadas linguagens artísticas. “A cooperação técnico-científica e cultural entre MAM/Ufba aprofunda e multiplica essas ações”, diz Pola. A cooperação inclui ainda projetos, treinamentos, difusão de tecnologia, editoração, publicação, planejamento e desenvolvimento institucional abrangendo ensino, pesquisa e extensão, via cursos, palestras, seminários, vivências ou residências artísticas.


Junho e atrações – Baiana de Itabuna, Thiane cresceu em São Paulo e é mestranda no Prodan. Ela pesquisa o corpo com interesse nas interfaces da dança, performance e educação, sendo idealizadora, gestora e educadora do Projeto Pelvika. Como bailarina e performer, sua trajetória é marcada por criações solos e colaborações entre artistas e coletivos de São Paulo, Lisboa e Rio de Janeiro. Além desta sexta (27), o projeto Pelvika acontecerá no MAM também nos dias 3 e 10 de junho, no mesmo horário.


O MAM continua com várias atrações. A mostra gratuita ‘Subúrbio: uma exposição em Três Atos’ está na Galeria 3/MAM, de terça-feira a domingo, das 13h às 18h, mesmos dias/horários da exposição ‘Encruzilhada’ (Casarão e Capela), da Livraria Caramurê, e dos Espaços Solar e Lina. O Cine MAM e seu Café estão abertos todos os dias, das 13h às 20h. Acesse: www.mam.ba.gov.br, redes sociais ou telefone (71) 3117-6132 e 3117-6139.





Fonte: Ascom/MAM-BA

Fotos: Divulgação

BANNER WEB - 728x90px - ESTADO SOLIDARIO.png
001.jpg
213273523_209526754388278_45482012108582523_n.jpg
67484017_2357855327663661_331651640815779840_n.jpg
Siga!
  • Facebook ícone social
  • YouTube ícone social
  • Instagram ícone social