BANNER WEB - 728x90px - ESTADO SOLIDARIO.png

Jogos Escolares da Bahia movimentam rede de ensino do estado com competições em diversas modalidades


Secretária de Educação do Estado Lança Jogos Escolares da Bahia Foto: Elói Corrêa/GOVBA


Os Jogos Escolares da Bahia (JEB) estão de volta depois de dois anos sem realização por conta da pandemia do novo coronavírus. O lançamento da décima primeira edição aconteceu nesta quinta-feira (24/03), em evento realizado no auditório da Secretaria da Educação (SEC), no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador. A edição deste ano traz como tema “Esporte educacional como estratégia de inclusão e busca ativa na Bahia”, e as disputas reúnem talentos do esporte em diversas modalidades individuais e coletivas, vindos de escolas das redes municipal, estadual e privada de todo o estado. O subsecretário da Educação, Danilo Melo, representou o secretário Jerônimo Rodrigues no evento. Outras autoridades, professores, coordenadores e estudantes também participaram do lançamento.


“Este ano, a gente tem uma expectativa muito grande de fazer com que os jogos escolares sejam uma grande estratégia de mobilização, de retomada das aprendizagens da nossa juventude. Os investimentos do Governo do Estado são superiores e envolvem infraestrutura, compra de equipamentos e descentralização para os núcleos, porque a gente acredita que essa ferramenta pode também incluir. Tudo que nós pensamos é para toda a juventude do estado da Bahia. A rede pública, particular, as associações, todas se envolvem durante os jogos”, explicou o coordenador executivo de Projetos Estratégicos da SEC, Marcius Gomes.


As atividades do JEB 2022 começaram ao longo do mês de março com a mobilização estudantil nas escolas, e, entre os meses de março a julho, serão realizadas as etapas Escolar, Municipal, Polos, Territorial e Interterritorial. Depois das seletivas, acontecerá a Etapa Estadual, no mês de agosto. Os campeões da etapa estadual, com idade entre 15 e 17 anos, participarão dos Jogos da Juventude, no mês de setembro, em Aracaju; e os com idade entre 12 e 14 anos disputarão os Jogos Escolares Brasileiros, no mês de novembro, no Rio de Janeiro.


Os jogos contarão com disputas de esportes, como basquete, capoeira, ginástica, judô, entre outras. Para Isabel Vitória, 16 anos, aluna do 3º ano do Ensino Médio do Colégio Estadual Cesare Casali, no bairro de Pirajá, os jogos são uma oportunidade de mostrar seu potencial e alcançar o objetivo de se profissionalizar na ginástica rítmica. “A nossa preparação está muito forte. A gente está se empenhando muito, treinando de domingo a domingo, de seis horas a cinco horas por dia e estamos dando o nosso melhor, saindo daqui bem confiantes para representar o nosso estado”, declarou Isabel.


Para professor de Educação Física do Colégio Estadual Edson Carneiro, Marielson Alves, essa é uma possibilidade de ampliar a visão de mundo dos adolescentes da rede e trazer a sistematização dos conhecimentos que são trabalhados na educação física escolar. “É uma oportunidade de desenvolvimento integral a partir da prática esportiva”, afirmou o professor da unidade, que vai participar dos jogos com duas equipes de basquete feminino.


Atleta da equipe de basquete feminino do Colégio Estadual Edson Carneiro, a estudante Julia Macedo, 15 anos, aluna do 1º ano do Ensino Médio, espera vencer na modalidade que já pratica há quatro anos com bons resultados em competições. “Minha expectativa é ganhar. A gente está treinando muito para isso. Este ano, a gente pretende ir ainda mais longe do que a gente já foi. Pretendo seguir com o basquete profissionalmente por minha vida inteira”, projetou a jovem.




Repórter: Lina Magalí

Siga!
  • Facebook ícone social
  • YouTube ícone social
  • Instagram ícone social