top of page
BANNER WEB - 728x90px - ESTADO SOLIDARIO.png

Igrapiúna e Teolândia são contempladas com novas unidades do CREAS


Governo implanta novos Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas) em 14 municípios e capacita equipes técnicas.


O Governo do Estado, através da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social (Seades), repassou, em 2023, um montante de R$ 302 mil destinado à implementação de novos Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas) na Bahia. Serão 14 novas unidades em municípios de diversas regiões, para atender pessoas que vivenciam situações de violações de direitos ou de violências.


Serão atendidas pelos Creas pessoas que sofreram algum tipo de assédio, de discriminação, abuso, violência ou que demandam cuidados específicos em razão da idade ou deficiência, dentre outras situações. Serão contempladas as cidades de Angical, Boninal, Canápolis, Coribe, Igaporã, Igrapiúna, Manoel Vitorino, Pedro Alexandre, Pintadas, Piripá, Sebastião Laranjeiras, Tanque Novo, Tanquinho e Teolândia.


“Esta é, sem dúvida, uma grande conquista que faz a Bahia expandir ainda mais as políticas no âmbito do Sistema Único de Assistência Social (Suas), apoiando os municípios na proteção social às pessoas em situação de vulnerabilidade. Destacamos que o repasse de recursos para esta ação faz parte do conjunto de medidas dos 100 dias de governo”, pontuou a titular da Seades, Fabya Reis.


Gestores, coordenadores e técnicos municipais da Assistência Social estiveram reunidos nesta terça (11) e quarta (12) para participar de uma orientação técnica sobre a implantação dos novos Creas. O encontro aconteceu em Salvador e contou com a presença de profissionais dos municípios baianos beneficiados.

A capacitação realizada pela Seades, através da Superintendência de Assistência Social (SAS), foi ministrada pela técnica de referência da Coordenação de Proteção Social Especial (CPSE), Gersivânia Chaves, e abordou as etapas para a implantação do Serviço de Proteção e Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos (Paefi), dentre outros temas. “Investir em conhecimento e apoio técnico é responsabilidade da União, dos estados e dos municípios. Mas, o processo de construção de qualidade profissional é também de cada indivíduo. É muito importante que a gente esteja sempre lendo e estudando. Conhecimento dividido se multiplica”, declarou a superintendente de Assistência Social, Leisa Sousa. Após orientação, a equipe da Seades continuará prestando assessoramento técnico aos municípios e realizando visitas, de modo que acompanhem a estruturação das unidades e dos equipamentos, a fim de assegurar o funcionamento do Creas, obrigatoriamente, como uma unidade pública estatal, em local que possibilite o fácil acesso da população, com condições de acessibilidade às pessoas idosas, com deficiência e aos demais usuários que apresentem demandas de acesso especiais. “O serviço deve ter uma identidade acolhedora e fazer com que a violência seja superada. Temos que construir um espaço em que as pessoas se sintam abraçadas. A partir da perspectiva do cuidado, iremos combater a violação de direitos”, afirmou a secretária de Assistência Social de Pedro Alexandre, Izabela Teixeira, que veio para participar da orientação. O que são os Creas O Centro de Referência Especializada em Assistência Social (Creas) é a unidade pública estatal que oferta serviços especializados e continuados por meio de atendimento, acompanhamento psicossocial e jurídico, gratuitamente, a famílias e indivíduos em situação de ameaça ou violação de direitos. Além da oferta de atenção especializada, o Creas tem o papel de coordenar e fortalecer a articulação dos serviços com a rede de assistência social e as demais políticas públicas. Fonte: Ascom/Seades


Σχόλια


Siga!
  • Facebook ícone social
  • YouTube ícone social
  • Instagram ícone social
bottom of page