top of page
BANNER WEB - 728x90px - ESTADO SOLIDARIO.png

Ibirapitanga: Mulheres agricultoras preparam vendas de panetone de mandioca


A capacitação realizada pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), em parceria com a consultora do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Claudia Xavier, aumentou as possibilidades de utilização da mandioca para a produção tanto do panetone quanto de outras receitas como sequilhos, avoador, pizza de aipim e aipim chips, na nova cozinha comunitária do local, requalificada a partir de investimentos da CAR.


Panetone de mandioca é a novidade para garantir mais renda e sabor na mesa das mulheres agricultoras da Associação dos Pequenos Produtores Rurais de Jacuba e Adjacências, em Ibirapitanga, no Baixo Sul da Bahia. Essa delícia foi apresentada ao grupo de mulheres nesta semana, durante capacitação realizada na comunidade, e já tem a preferência para ser o carro-chefe das vendas de fim de ano da comunidade.


“O panetone de mandioca é muito saboroso e já vamos nos organizar para aproveitar as festas de fim de ano para vender os produtos. O nosso objetivo é garantir a nossa independência financeira e a capacitação foi muito proveitosa nesse sentido”, comentou a agricultora Jeane Santos.


A capacitação realizada pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), em parceria com a consultora do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Claudia Xavier, aumentou as possibilidades de utilização da mandioca para a produção tanto do panetone quanto de outras receitas como sequilhos, avoador, pizza de aipim e aipim chips, na nova cozinha comunitária do local, requalificada a partir de investimentos da CAR.

“Já plantávamos a mandioca em pouca quantidade, mas agora com a nova unidade, vamos aumentar o plantio para produzirmos a nossa própria fécula”, acrescentou Jeane.


Na comunidade, os produtos derivados da mandioca já são comercializados em feiras locas, estabelecimentos da região e também via Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). As vendas tendem a aumentar com a disposição e empenho dessas 21 mulheres agricultoras.


“Para nós, essa nova unidade é uma conquista, pois trabalhávamos de forma improvisada e agora, certamente, a nossa renda vai aumentar e, consequentemente, a qualidade de vida na comunidade. Ainda mais com capacitações como essa, onde aprimoramos os nossos produtos para expandir o nosso leque e avançar na comercialização”, pontuou a secretária da Associação, Joziete da Cruz.



Ascom CAR

Siga!
  • Facebook ícone social
  • YouTube ícone social
  • Instagram ícone social
bottom of page