BANNER WEB - 728x90px - ESTADO SOLIDARIO.png

Em Valença, ACM Neto diz que vai construir hospital regional e retomar investimentos no turismo


Candidato a governador foi recebido por multidão no município e não escondeu a emoção: "Hoje entra também para a história da minha vida".


A Praça da República, em Valença, foi totalmente tomada neste domingo (11) por uma multidão querendo manifestar apoio ao candidato a governador ACM Neto (União Brasil). Emocionado com o carinho, numa clara demonstração de força política, Neto discursou e se comprometeu a construir, se eleito, um hospital para a região e retomar os investimentos no turismo.


Pelas imagens, é difícil dizer qual evento foi maior, se o de Valença ou o de Campo Formoso, no dia anterior. Além do povo, prefeitos de toda a região se juntaram para manifestar apoio. Em seus discursos, direcionaram críticas à atuação do governo nos últimos 16 anos.


Geração de emprego na pesca, turismo e agricultura foram alguns dos pedidos. "Na nossa região, temos o vetor do turismo, que não recebeu nenhum investimento nos últimos 16 anos. A construção da estrada, o aeroporto de Valença, o atracadouro, tudo foi feito na época de ACM. Precisamos da sua atenção a essa área, Neto", discursou Hildécio Meireles, prefeito de Cairu.

A principal queixa, no entanto, foi em relação à saúde na região. Todos os prefeitos e lideranças pediram por um hospital regional para o Baixo Sul, relatando o sofrimento de pacientes que precisam se deslocar por muitos quilômetros até Itabuna, Ilhéus, Santo Antônio de Jesus ou Salvador para conseguir atendimento.


"Estamos aqui porque acreditamos no projeto de Neto. O Baixo Sul precisa ser respeitado, as mulheres precisam ser respeitadas. Por isso que acreditamos que ACM Neto, que foi por oito anos o melhor prefeito do Brasil, vai ser também o melhor governador do país", discursou a prefeita Jacqueline Coutinho (UB), de Nilo Peçanha.


Mais cedo, em Maraú, o tom foi o mesmo: "Neto, sonhei por muito tempo com esse momento de poder votar em você. Fiquei 16 anos votando num governo que nunca se preocupou com Maraú. Nos sentimos abandonados pelo estado. Nossos pacientes e nossas gestantes sofrem dentro da ambulância quando chove para sair dessa cidade numa estrada de chão", disse Manassés (PP), prefeito daquele município.


ACM Neto disse que, no dia 2 de outubro, a Bahia terá a chance de escolher entre dois caminhos para resolver estes problemas: "Um caminho está aí há 16 anos. Em 16 anos não foram capazes de construir um hospital regional para o Baixo Sul, será que é agora que vão fazer?", questionou.


"Em 16 anos, não foram capazes de impulsionar o turismo dessa região. Outro dia, estive no Guaibim e conversei com as pessoas. Todas me disseram: 'Neto, a gente sabe que, se tivesse uma orla mais bonita, nós teríamos uma quantidade bem maior de turistas'. E aí, pergunto: quem vai fazer isso? Essa turma que está aí há 16 anos? Acho que não", completou.


O candidato disse que, na visão dele, o caminho certo para o Sul, Baixo Sul e toda a Bahia é optar pela mudança. Porém, quem decidirá isso são os eleitores no dia 2 de outubro.


"Uma coisa quero garantir ao Baixo Sul: nós vamos construir um Hospital Regional aqui na cidade de Valença. E nós vamos dar oportunidade de trabalho para as pessoas mais pobres, olhando a força do turismo, cuidando da agricultura familiar dessa região, apoiando o pequeno produtor e chegando junto dos pescadores, para trazer um novo horizonte para a Bahia", afirmou.

Parou a cidade

O fluxo de carros chegando para participar do evento fez Valença parar. Muita gente também usou o comício como um encontro familiar de domingo: levou os filhos, comprou uma pipoca, um lanche, uma cerveja e ficou esperando Neto e a comitiva da coligação Pra Mudar a Bahia.


Além do povo, ACM Neto reuniu prefeitos de todas as cidades próximas. Além dos já citados, estavam Reges Aragão (PP), de Ituberá, Digão (MDB), de Mutuípe, Kaká (Republicanos), de Wenceslau Guimarães, Eunice Peixoto (UB), de Nazaré e Arandas (PSD), de Jaguaripe. O prefeito de Salvador, Bruno Reis (UB), também participou do grande evento.


O candidato a senador, Cacá Leão (PP), estava presente, assim como a candidata a vice-governadora Ana Coelho (Republicanos) e dezenas de candidatos a deputado.


Ao final, quando Neto tradicionalmente grava o seu vídeo cantando com o povo "tum, tum, tum, agora é 44", algo especial ocorreu. Além do coro que encheu a praça acompanhando Neto, as pessoas puxaram um "ACM meu amor" em seguida. O candidato agradeceu e, como as pessoas seguiam cantando, ele acabou se emocionando.


"Como já disseram outros oradores, a noite de hoje entra para a história de Valença e do Baixo Sul. Mas, me permitam dizer: a noite de hoje entra também para a história da minha vida", disse Neto.


O candidato agradeceu dizendo que eventos como aquele mostram que está no caminho certo: "Hoje, depois de cinco municípios visitados, chegando aqui a Valença e recebendo esse carinho, quero dizer a vocês: cada vez mais confirmo o propósito da minha vida, cada vez mais encontro a razão de todo o sacrifício, todo o suor de mais de 20 anos de vida pública. Nada foi em vão".



Fonte: Assessoria

Siga!
  • Facebook ícone social
  • YouTube ícone social
  • Instagram ícone social