BANNER WEB - 728x90px - ESTADO SOLIDARIO.png

Edital Centelha vai investir R$ 3 milhões em ideias inovadoras de toda a Bahia


Quando o assunto é inovação, o povo baiano é destaque. Pensando nesse potencial criativo, o Governo do Estado, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa da Bahia (Fapesb), em parceria com a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), lança mais um edital milionário para fomentar ideias inovadoras por toda a Bahia. O lançamento da segunda edição do Programa Centelha está marcado para a próxima quarta-feira (09/03), às 15h, com transmissão pelo canal do YouTube da Fapesb.


Na primeira edição, em 2019, foram mais de duas mil ideias inovadoras inscritas no programa, totalizando um investimento de R$ 1,6 milhão, distribuído em quase 30 startups. Desta vez, o incentivo é ainda maior, com recursos na casa dos R$ 3 milhões.


O diretor-geral da Fapesb, Márcio Costa, comemora o lançamento de mais um edital voltado para o fomento de novos projetos. “A nova edição do Edital Centelha reafirma o compromisso da Fapesb e instituições parceiras de dar continuidade às ações de indução da criação de negócios a partir de ideias inovadoras, de modo a potencializar o fomento à cultura do empreendedorismo inovador e fortalecer o ecossistema de inovação por toda a Bahia, contribuindo assim para a sustentabilidade do desenvolvimento econômico e social do nosso estado”, destaca.


O Centelha II prevê investir mais de R$ 80 mil em cada ideia inovadora que for selecionada. O objetivo é dar continuidade e impulsionar pelo menos 50 projetos baianos. A secretária de Ciência, Tecnologia e Inovação, Mara Souza, relembra o sucesso do último edital. “Quando lançamos a primeira edição deste programa, tivemos uma resposta extremamente positiva, que colocou a Bahia em destaque como um dos estados que mais teve propostas submetidas neste edital. Tivemos projetos espalhados em diversos municípios, reafirmando a capacidade criatividade do nosso povo. Esta é uma das maneiras que trabalhamos para continuar transformando ideias de negócios em projetos de sucesso”, afirma.


Na Bahia, a execução do Programa Centelha é da Fapesb, que é vinculada à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado (Secti), enquanto no âmbito federal fica por conta da Finep e do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI). São também apoiadores o Conselho das Fundações de Amparo (Confap), o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ) e a Fundação CERTI.





Fonte: Ascom/Secti

Foto: Fernando Vivas/GOVBA

Siga!
  • Facebook ícone social
  • YouTube ícone social
  • Instagram ícone social