Cineasta baiano dirige documentário sobre a praia de Garapuá, na Ilha de Tinharé (Cairu)



Foto: Elton Andrade - Agência Andrade


A história desta vila de pescadores brota do mangue, das “Raízes de Garapuá”, título do documentário dirigido pelo cineasta e jornalista baiano Lula Oliveira que resgatará estas memórias, cultura e valores da comunidade vizinha a Morro de São Paulo, no Arquipélago de Tinharé, município de Cairú. As gravações aconteceram no final de janeiro, com registros da rotina, eventos religiosos, paisagens e, principalmente, bate-papos com os moradores e visitantes mais antigos da região.

Cineasta e jornalista baiano Lula Oliveira

O documentário faz parte do Projeto Origens de Garapuá, idealizado pelo Instituto de Responsabilidade e Investimento Social (-ÍRIS), produzido pela AU Marketing com Propósito, com o principal objetivo de resgatar a memória local, suas tradições culturais e a sustentabilidade da região. O projeto tem apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura e do Centro de Culturas Populares e Identitárias (Programa Aldir Blanc Bahia), via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Minitério do Turismo, Governo Federal.


Lila Lopes, diretora executiva do Instituto e idealizadora do projeto diz ainda que a ideia de propor um documentário partiu de uma preocupação com a preservação e fortalecimento da identidade daquela região diante de um crescimento do fluxo de visitantes, empresários e turistas, situação muito comum em comunidades de ilhas como aquela. Para Lila, que propôs o roteiro e convidou Lula Oliveira para dirigir e co-produzir o documentário, contar a história com naturalidade, na sua essência, será o principal objetivo do trabalho. “Nossa proposta é construir um pensamento e reflexão audiovisual em torno da memória afetiva sobre Garapuá, que será um presente também para os nativos no futuro e turismo da Bahia”, enfatiza.


Para o cineasta, o maior desafio para a equipe de filmagem, com certeza, é conseguir capturar, com sensibilidade, o resgate dessa memória através das pessoas que conhecem e contam a história desse lugar tão peculiar”, avalia. O lançamento do vídeo está previsto para o fim de março, quando todo o projeto será finalizado e apresentado à comunidade garapuense.

Foto: Arquivo pessoal de Lula Oliveira (redes sociais)


Fontes: Adriana Barreto e Cris Montenegro/Site Bahia Notícias


Posts Em Destaque
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square