top of page
BANNER WEB - 728x90px - ESTADO SOLIDARIO.png

BAHIA:Estudantes da rede estadual de ensino de Ilhéus são premiadas em feira internacional,no México


As estudantes baianas Maria Luiza Pereira de Souza, Marília de Jesus Thomaz e Raissa Oliveira Santos, do curso de Química do Centro Estadual de Educação Profissional (Ceep) Álvaro Melo Vieira, localizado em Ilhéus, no Sul da Bahia, foram premiadas na Milset Expo-Sciences International, realizada na cidade de Puebla, no México, onde apresentaram a pesquisa sobre produção de adubo, a partir das cascas de ovo e de cacau. A feira é a terceira maior do mundo na área de projetos de Ciência, Tecnologia e Inovação desenvolvidos por jovens. O evento, que foi realizado ao longo desta semana, abrange trabalhos desenvolvidos por alunos de 40 países. O projeto dos alunos da rede estadual baiana ficou em segundo lugar na categoria Ciências Agrárias, recebendo medalha e certificado de participação.


A iniciação científica já faz parte da rotina do Ceep Álvaro Melo Vieira há dez anos, como forma de motivar os estudantes a desenvolverem projetos de pesquisa, que são apresentados, anualmente, na Feira de Ciências da unidade escolar. Para a professora e orientadora do projeto, Margarete Correia Araújo, que pela primeira vez participa de um evento fora do país, a experiência é muito enriquecedora e gratificante. “Trabalho com a iniciação científica há dez anos e, agora, estou tendo a oportunidade de assimilar a cultura de outros países. Ver o que está sendo feito pelos adolescentes do mundo inteiro é fantástico”, comemora Margarete.

Maria Luiza, uma das estudantes que desenvolveram o projeto, comentou sobre a conquista. “Está sendo uma experiência maravilhosa conhecer pessoas de vários países, com ideias fantásticas e inovadoras, que poderão melhorar a sociedade que vivemos. É uma sensação incrível ter a oportunidade de mostrar o que desenvolvemos".


Projeto - Margarete Correia Araújo, que junto com a também professora Jaciara Paiva foi orientadora das três estudantes baianas, explica que o projeto foi iniciado em 2022 e, menos de um ano depois, conquistou o segundo lugar na 8ª Expo Nacional Milset Brasil, realizada de 24 a 28 de maio, em Fortaleza, o que o credenciou a participar da etapa internacional, no México. Além de produzir adubo a partir das cascas de ovo e de cacau, o trabalho tem também o objetivo de realizar testes de pH com sementes de salsinha para verificar a eficácia do adubo. "Espera-se que o insumo produzido possa ser utilizado nas plantações como uma alternativa, pois os materiais necessários à produção são encontrados com facilidade em lugares como confeitarias, fazendas ou, até mesmo, dentro de casa, na região de Ilhéus", ressaltou a educadora.


Premiações - Com esta pesquisa, as estudantes também já conquistaram o 1º lugar na categoria incompleta da área de Ciências Biológicas, na 10ª Feira de Ciências, Empreendedorismo e Inovação da Bahia (Feciba), em 2022, e foram semifinalistas na categoria Ciências Agrárias, na Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace), ocorrida de forma on-line, em janeiro deste ano.



Ascom SEC Ba


Siga!
  • Facebook ícone social
  • YouTube ícone social
  • Instagram ícone social
bottom of page