16ª edição da celebração das Folias de Reis é realizada em Ituberá

Grupos culturais encenaram a visita dos reis magos ao Cristo recém-nascido

Um momento especial de celebração foi promovido dia 6 de janeiro, Dia dos Santos Reis ou Folias de Reis, como é denominada a homenagem aos três reis magos, em Ituberá. Promovida com o apoio da prefeitura, através da Superintendência de Cultura, a apresentação saiu da sede da Secretaria da Educação, percorrendo algumas ruas do centro até as escadarias da Igreja Matriz de Nossa Senha da Conceição. Participaram da 16ª celebração, que contou com grande público, o terno de Reis Vida Bela, o Rancho do Boi Malhado do Rio do Campo e o Terno de Reis da Lagoa Santa.


O Superintendente de Cultura de Ituberá, Josenildo Normandia, disse que essa tradição vem dos antepassados por meio de diversos grupos de folias de reis. Hoje são três grupos fortalecidos e consolidados e, segundo o ele, existem outros projetos para grupos de outras comunidades que querem voltar a celebrar essa festa.

“A gente tem promovido estudos das necessidades dos grupos para que eles possam se apresentar. Esses grupos têm recebido apoio total da gestão municipal, por meios das secretarias, além do comércio local que também colaborou com a realização desta festa.”, disse o superintendente.


Normandia acrescentou que o município de Ituberá foi contemplado pelo Governo do Estado, através de Edital de Culturas Populares para celebrar, em 2021, o 17º Festival de Folias de Reais, que contará com a participação de oito grupos de terno de reis envolvendo além de Ituberá, os municípios de Camamu, Igrapiúna, Taperoá e Nilo Peçanha.


“Estou muito feliz com esse edital onde sediaremos um encontro regional de ternos de reis com a participação de outros municípios. Isso mostra a força das nossas tradições”, disse Josenildo.

História

O dia 6 de janeiro é o Dia dos Três Reis Magos, ou da Folia de Reis. Diz a tradição que, quando os três Reis Magos, Gaspar, Melchior (ou Belchior) e Baltazar, viram a Estrela de Belém no céu, foram ao encontro de Jesus, que havia nascido.


Ofereceram ao menino Jesus, como presente, ouro, incenso e mirra, que simbolizavam a realeza, a divindade e a imortalidade. Segundo a tradição, um era negro, o outro branco e o terceiro moreno, representando toda a humanidade.

Imagens: Assecom PMI

Reportagem: Teatsui Kisaki

Posts Em Destaque
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2016 - Criado pela Agência Andrade Comunicação e Marketing 

Contate-nos: 75 9 91211904 | 75 9 98317900 | vanessa.cultura.bsul@gmail.com