Seminário em Ituberá debate Culturas Populares e Identitárias do Baixo Sul

Programação promovida pelo CCPI/SecultBA em parceria com a Prefeitura de Ituberá


Com o objetivo de fomentar as manifestações culturais da Bahia, por meio da troca de experiências e do diálogo com a população, a Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), através do Centro Culturas Populares e Identitárias (CCPI), em parceria com a prefeitura de Ituberá, realizou nesta terça-feira (28/05) a primeira edição do Seminário no Baixo Sul. Com o tema “Culturas Populares e Identitárias”, a programação aconteceu no Salão Professora Biluquinha, localizado na Rua Duque de Caxias, s/n, Ituberá.

A abertura do evento contou com representantes da gestão pública estadual e municipal, a exemplo do vice prefeito de Ituberá, Neto Baé. Durante a manhã, aconteceram duas palestras sobre Identidades Culturais, com Cassi Ladi, coordenadora de Culturas Populares e Identitárias do CCPI, e Sueli Ribeiro, técnica de Culturas Populares. Encerrando o primeiro bloco, uma roda de conversa debateu a manutenção da cultura local, seus avanços e desafios. Dentre os temas da conversa, as culturas quilombolas, capoeira, sambas, cheganças, marujadas, ternos, hip-hop, reisado e congos. “Importante presença do Estado por meio da Secult -CCPI no nosso Território. Uma valiosa oportunidade de opinarmos no processo de construção de políticas públicas, com propostas relevantes para o desenvolvimento das Culturas Populares e Identitárias do Baixo Sul”, afirmou Édipo Pimentel, gestor de Cultura de Taperoá, o qual também fez parte da mesa de abertura do evento.

O segundo bloco promoveu uma Oficina de Elaboração de Projetos, com o diretor do CCPI, André Reis. “Um evento muito importante, pois ocorreu uma integração do Baixo Sul com a representação de mais de sete municípios, além da participação da cultura popular dos povos tradicionais, de quilombolas. Com o apoio da prefeitura de Ituberá, através da superintendência de Cultura, conseguimos reunir uma plenária bastante sólida, com o registro de reivindicações importantes do Baixo Sul, na proposta de criar um plano de trabalho de ações. Inicialmente conseguimos construir a Rede das Culturas Populares Identitárias do Baixo Sul, e retornaremos com as oficinas que estão como prioritárias no plano de ações elaborado hoje”, ressaltou Reis.

A programação foi encerrada por volta das 17h, com belas apresentações culturais, a exemplo da Burrinha de Ouro. “Agradeço de coração aos colegas que estiveram presentes no Seminário. Foi maravilhoso contar com a sinergia de vocês para construirmos uma agenda positiva para o setorial de Identidades Culturais do nosso Território. Viva à resistência!”, avaliou Josenildo Normandia, superintendente de Gestão Cultural de Ituberá.

O Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI) da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) é responsável pela execução, proteção e promoção das políticas públicas de valorização e fortalecimento das manifestações populares e de identidade, orientadas de acordo com o pensamento contemporâneo da Unesco e do Ministério da Cultura. Seu campo de atuação contempla a cultura do sertão, de matrizes africanas, ciganas e indígenas, LGBTQ+, infância e idosos. Coordena o projeto Pelourinho Cultural, responsável pela programação artística dos largos do Pelourinho e suas grandes festas populares.

Fonte: Vanessa Andrade e Ascom Secult-BA.

Fotos: Ascom Ituberá e Sup. de Cultura de Ituberá

BANNER WEB - 728x90px - ESTADO SOLIDARIO.png
001.jpg
Posts Em Destaque
213273523_209526754388278_45482012108582523_n.jpg
67484017_2357855327663661_331651640815779840_n.jpg
Procurar por Tags
Siga!
  • Facebook ícone social
  • YouTube ícone social
  • Instagram ícone social